Filmes do Mês das Bruxas (2019)

Desde que criei o blog, esse é o terceiro ano consecutivo que consigo fazer uma maratona de terror em outubro. Em 2019 eu não consegui acompanhar a Mostra, então tive mais tempo para meu gênero preferido. Aí vai a lista!

1) Belzebuth (2017) Dirigido por Emilio Portes

Comecei a maratona com este filme mexicano. Eu tinha lido boas críticas, então dei uma chance e curti muito. Um detetive passa por uma tragédia familiar bizaríssima (as cenas são muito fortes) e anos depois descobre que tudo foi ocasionado por uma força maligna. Recomendo!

2) Predadores Assassinos (2019) Dirigido por Alexandre Aja

Esse eu amei! Quando vi o trailer pensei “Aff, mais um filme de jacaré”, mas não, é muito além disso. O roteiro é muito bem escrito, o drama existe na medida certa, os traumas de família são explorados sem sensacionalismo e as cenas com os bichos são muito bem feitas. O filme equilibra muito bem a tensão e o drama.

3) Satanic Panic (2019) Dirigido por Chelsea Stardust

Esse eu amei de paixão. Escrevi sobre no Cine Varda.

satanic

4) In Fabric (2018) Dirigido por Peter Strickland

Eu adoro O Duque de Burgundy, filme anterior do diretor, então estava ansiosa por esse. Um vestido assassino, perfeito, não tinha como dar errado. Mas deu. A primeira metade do filme é muito interessante, parte disso graças à ótima Marianne Jean-Baptiste, mas depois é só ladeira abaixo.

5) Campo do Medo (2019) Dirigido por Vincenzo Natali

Esse não, afff. Claro que vejo toda adaptação de Stephen King, mas essa aqui é um belo sonífero. O filme é escuro demais, de um jeito que dificulta a visualização e é chato. Os personagens tão dentro daquele campo e nada acontece. E quando acontece é besta.

6) A Loja dos Horrores (1960) Dirigido por Roger Corman

Não é dos melhores do Corman, mas é divertidinho. E é sempre ótimo ver o Jack Nicholson quase um adolescente.

7) A Noite Amarela (2019) Dirigido por Ramon Porto Mota

Esse não rolou para mim. Talvez eu não tenha entendido a proposta, mas para mim não funcionou.

8) Morto não fala (2018) Dirigido por Dennison Ramalho

Mais terror nacional! Gravei um podcast sobre ele no Necronomiconversa.

9) Seis Mulheres Para o Assassino (1964) Dirigido por Mario Bava

Eu tinha visto esse filme no comecinho do ano, e revi agora em outubro para gravar um podcast com o pessoal do Cine SET. Gostei ainda mais nessa revisão e se tornou um dos meus giallos favoritos.

blood

10) Os 3 Infernais (2019) Dirigido por Rob Zombie

E lá vou eu dar chance pro Rob Zombie a cada lançamento. Esse eu achei ruim, mas não tanto quanto o 31. Falei dele no blog do Necronomiconversa.

11) The Field Guide to Evil (2018) Dirigido por Veronika Franz, Severin Fiala, Katrin Gebbe, Peter Strickland, Yannis Veslemes, Ashim Ahluwalia, Agnieszka Smoczyńska, Can Evrenol e Calvin Lee Reeder

Antologia de folk horror. Algumas coisas se salvam, mas em geral o saldo foi bem negativo.

12) A Mulher Vespa (1959) Dirigido por Roger Corman

Esse é ruim, mas eu amo demais terror antigo e até as coisas péssimas me divertem.

13) Koko-di Koko-da (2019) Dirigido por Johannes Nyholm

Filme dinamarquês mais que bizarro que eu vi na Mostra. Estou desde semana passada tentando escrever sobre ele para o Cine Varda, mas ainda sem sucesso. Sabe quando você sai do cinema com aquela sensação de “O que acabou de acontecer aqui?”. Foi exatamente isso.

14) As Profecias do Dr. Terror (1965) Dirigido por Freddie Francis

Mais terror antigo, e dessa vez com Christopher Lee, Peter Cushing e Donald Sutherland. Eu estava achando bem mediado, mas o final me surpreendeu.

15) O Hospedeiro (2006) Dirigido por Bong Joon Ho

Aproveitei uma tarde de domingo para rever esse filme que tanto amo. Aproveito para recomendar Parasite, que o diretor lançou nesse ano e talvez seja meu favorito!

host

16) Eli (2018) Dirigido por Ciarán Foy

Mais um da tarde de domingo. Terminou e eu fiquei com aquela sensação de “Afff, mas que chato”, mas pensando sobre, acho que gostei. Claro, o final é corrido, mal executado, mas diverte.

17) O Grito (2004) Dirigido por Takashi Shimizu

Outra revisão. Esse eu tinha visto na época do lançamento, quando eu ainda era adolescente. Na época já achei meia boca, hoje, com mais de 30 anos, ainda acho meia boca. Mas dei um gritinho quando vi que a senhora do filme era a Mãe da Laura Palmer!

18) O Farol (2019) Dirigido por Robert Eggers

Tudo (acho) que eu tinha para falar deste filme está aqui.

19) Errementari – O Ferreiro e o Diabo (2017) Dirigido por Paul Urkijo Alijo

Escolhi esse para encerrar a maratona bem na noite de Halloween. Eu me diverti muito vendo esse filme. Ele vai mais para o lado da fantasia com uns toques de terror e o resultado é muito satisfatório. Ele está disponível na Netflix.

E assim foi a minha maratona.
Gostei muito de mergulhar no terror, e mais uma vez, senti falta de ver mais filmes dirigidos por mulheres. Como comentei na época que fiz a maratona Mulheres no Terror, infelizmente é muito difícil achar filmes do gênero dirigidos por mulheres, ainda mais os mais antigos, como as bagaceiras dos anos 80, mas sigo pesquisando. 🙂

 


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s